Opy Health entra no mercado de capitais

A Opy Health marca sua entrada no mercado brasileiro de capitais por meio da subsidiária ONM Health, que administra o Hospital Metropolitano Dr. Celio de Castro, em Belo Horizonte. Depois de meses de trabalho com estruturação, negociação e envolvimento de diversos parceiros, foi concluída com sucesso a operação 476 de emissão CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários), como parte da otimização do perfil da dívida da concessionária, no valor total de R$ 135 milhões

A emissão foi realizada junto ao coordenador-líder Banco Modal, resultando na captação de R$ 60 milhões pelo prazo de 10 anos. Os demais R$ 75 milhões da dívida serão refinanciados junto ao Banco BDMG, parceiro da concessionária desde o início das suas operações, também pelo prazo de 10 anos.

As dívidas anteriores captadas no início da operação da ONM tinham prazo residual de amortização de 5 anos, inferior ao período do contrato de concessão (15 anos), gerando descasamento entre o passivo exigível e o recebível. Dessa forma, a Opy Health identificou oportunidade de otimizar a estrutura de capital de sua subsidiária, alongando o prazo da dívida para 10 anos e indexando seu custo de forma mais compatível à receita da concessionária.

A conclusão desse movimento no mercado de capitais consolida a credibilidade do modelo de negócio da Opy Health e abre espaço para novas aquisições em hospitais públicos e privados. Mais um passo na estratégia da companhia em ampliar sua atuação no setor de saúde, levando infraestrutura, serviços e atendimento de excelência a mais brasileiros.